Seguro Saúde Viagem

[iframe-popup id="1"]seguro saude viagemNa hora de viajar, é sempre uma loucura. Antes de qualquer coisa é preciso definir qual o destino da viagem e, principalmente, quantos dias você vai ficar por lá. Feito isso, é só arrumar as malas, separar os documentos, carregar a bateria da máquina fotográfica e esperar ansiosamente para o dia chegar!

Porém, o que muitas pessoas acabam esquecendo e, em muitos casos, não dão a devida importância é de contratar um seguro saúde viagem ou uma assistência viagem.

É tanta coisa para resolver antes de viajar, que um item tão importante acaba até passando despercebido. Mas você já parou para pensar se, por ventura, acontece algum imprevisto?

Uma perna quebrada, um desmaio, uma dor de dente insuportável, ou, até mesmo, você parar atrás das grades? Afinal, você normalmente não conhece toda a legislação do país que está visitando, algo que pode ser normal na sua cidade pode ser motivo de prisão em outra.

Enfim, são diversos acontecimentos que podem arruinar uma viagem caso você não esteja prevenido. É claro, não ninguém deseja que nada de ruim aconteça e que sua viagem seja muito tranquila, que você possa aproveitar e descansar, porém seguindo o ditado: “é melhor prevenir do que remediar”. Então, nada melhor do que viajar SEGURO para extravasar as agruras do dia a dia.

Existem diferentes tipos de seguro saúde viagem que dependem muito do que você deseja adquirir, há aqueles que oferecem maior valor para o auxílio médico e odontológico, outros já incluem gastos com advogados e fianças, serviços de repatriação em caso de morte ou extravio de bagagens, além de coberturas para acidentes pessoais e viagens de intercâmbio.

O procedimento padrão para qualquer imprevisto que venha a ocorrer durante a viagem, é sempre entrar em contato com a central de atendimento do seguro escolhido, explicar o que está acontecendo e receber instruções de como será resolvida a situação. Portanto, antes de embarcar, verifique se possui o telefone da seguradora e se está com o voucher em um local de fácil acesso.

Algumas empresas de assistência pensam no seu bem estar e oferecem números para chamadas internacionais, que muitas vezes inclusive já constam os códigos de ligações a cobrar. É de extrema importância ter sempre esses contatos, além do número da sua apólice, o melhor é sempre carregá-los na carteira.

O que vai variar de um plano para o outro é a cobertura contratada e a quantidade de dias que você ficará fora. É ideal sempre pesquisar uma boa empresa e, principalmente, analisar se tudo o que ela lhe oferece está de acordo com suas necessidades. Existem seguros para todos os destinos, tanto para quem deseja viajar somente pelo Brasil, quanto para aqueles que vão ao exterior. Existem planos que podem ser contratados por empresas em que seus profissionais estão sempre viajando, como também por turistas de diferentes idades.

A única observação relacionada aos segurados é com pessoas com idade acima dos 70 anos, pois alguns planos possuem limitação por idade e às vezes cobram um adicional também pelo perfil do viajante.

Caso você vá viajar para os países europeus, é melhor ficar atento. A maioria dos países é participante do Acordo de Schengen, que prevê a exigência e fiscalização de um documento que comprove a contratação do seguro saúde viagem logo na entrada do país, com cobertura mínima de 30 mil euros, até porque, uma simples consulta médica em alguns países pode custar mais de 300 euros.

Os brasileiros que contribuem todo ano para o INSS possuem direito a assistência médica nos sistemas públicos de saúde de alguns países, como: Portugal, Espanha, Grécia, Itália, Uruguai, Argentina, Chile e Cabo Verde. Porém, não adianta chegar nesses países sem o Certificado de Direito a Assistência Médica Durante Estadia Temporária. Esse será o comprovante para recebimento do seguro em caso de emergência.

Algumas operadoras de cartão de crédito oferecem também a cobertura de seguro somente para quem compra as passagens aéreas com o cartão, ou para aqueles que possuem o cartão premium. Estes seguros variam de bandeira para bandeira. Alguns oferecem mais benefícios para aqueles que pagam uma anuidade maior. Leia sempre tudo o que lhe for oferecido, pois alguns cartões só oferecem o seguro durante o voo, não cobrindo os acidentes em terra. Lembre-se de que não dá para contar com a sorte, principalmente porque você vai andar por lugares desconhecidos.

Um dos maiores problemas de quem usa o seguro viagem de um cartão de crédito é com relação ao número de telefone. Na maioria dos bancos, o número telefônico começa com o 4 ou 0800. Fora do Brasil, essas chamadas não são completadas, principalmente no caso de telefonemas a cobrar. Sem contar que se você passar do limite do cartão fora do Brasil e ainda precisar arcar com todo o serviço médico no caso de acidente estará em uma situação bem desagradável. Imagine-se em terras desconhecidas, com uma emergência, cartão bloqueado ou acima limite disponível, deixando você sem dinheiro algum.

Para aquelas empresas em que seus funcionários viajam com frequência, fazer um seguro saúde viagem ou assistência viagem é essencial. Existem planos executivos com diferentes proteções ao funcionário, e que podem ser contratadas por até um ano. No caso de os viajantes serem diretores, empregados e estagiários, o contrato de seguro realizado é através de uma apólice aberta, também com um prazo de um ano. Antes de qualquer viagem, a seguradora deverá ser informada, sempre com um mês de antecedência, para que a mesma realize as medidas cabíveis.

Se você é daqueles que ama um esporte radical e sempre viaja em busca de novas aventuras, tanto no inverno, quanto no verão, as operadoras de seguro saúde viagem possuem coberturas para todas as modalidades, principalmente alpinismo e montanhismo. Também existem os seguros para quem vai fazer um intercâmbio. Desta forma, os pais ficam mais tranquilos e os valores são relativamente menores, por se tratarem de longos períodos fora do Brasil.

Os seguros para as viagens realizadas dentro do Brasil só são aceitos quando a distância mínima for de 100 quilômetros da origem ao destino.

Saiba qual é a diferença entre Assistência Viagem e Seguro Saúde Viagem

Para aqueles que desejam uma segurança maior, o seguro e a assistência viagem podem ser contratados juntos. Para quem ainda tiver dúvida de qual contratar, seguem abaixo mais informações para esclarecer a questão.

O seguro viagem é aquele em que você deverá arcar com todas as despesas necessárias quando ocorrer um imprevisto e só será reembolsado após retorno ao seu país. Ou seja, mesmo tendo um seguro viagem completo, o ideal é sempre viajar com mais dinheiro. O preço do seguro saúde viagem é bem atrativo, e pode variar de acordo com as coberturas que você queira contratar e a quantidade de dias que vai passar fora. O custo é de, aproximadamente, 5% do valor da viagem.

Já a assistência viagem oferece aos consumidores um pacote de serviços e benefícios garantidos pelo plano, sem que você tenha que pagar primeiro pelo serviço, para depois receber a quantia paga. A assistência viagem possui convênio com uma rede de hospitais credenciados em diversos países, além de possuir uma central de atendimento 24 horas, para lhe ajudar no caso de algum acidente. Dependendo da cobertura contratada, a assistência cobre todos os gastos, incluindo transporte ao hospital e etc.

Uma excelente opção, que fará você economizar tempo e dinheiro, é o site Multi Seguro Viagem (www.multiseguroviagem.com.br), que oferece um comparador de Planos e Coberturas de diversas empresas, além disso, possuem condições especiais para Compra Online. O atendimento deles também é nota 10, se desejar falar com um dos especialistas, eles possuem suporte por e-mail, telefone e chat.

Como não cometer erros na hora de contratar um seguro saúde viagem

A primeira coisa que o Ministério das Relações Exteriores recomenda é que, ao planejar a viagem, a pessoa entre em contato com a Embaixada do país de destino para saber como funciona o seguro saúde viagem na região e sua possível obrigatoriedade. Em alguns países é estritamente obrigatório, e a fiscalização ocorre já na alfândega.

O valor para quem deseja contratar um seguro saúde viagem ou assistência é baixo perto de todo valor investido na viagem.

Lembre-se: alguns países como Estados Unidos, Austrália, todos da União Europeia, entre outros, exigem no ato do desembarque a apresentação de um comprovante de seguro de viagem com coberturas mínimas. Então, nada de sair viajando sem antes ficar atento a estas informações. Já pensou que constrangedor para você e sua família serem barrados no aeroporto por não possuírem um seguro saúde viagem ou uma assistência? É hora de aproveitar as férias, então divirta-se com segurança.

Ainda não está 100% seguro? Seja orientado por um especialista no site www.multiseguroviagem.com.br.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>